full
border
#666666
http://prevedelloodontologia.com.br/site/wp-content/themes/zap-installable/
http://prevedelloodontologia.com.br/
#5db8a7
style1

Author Archive

04
abr

 

canalpreve

O primeiro passo é remover a polpa que já está em processo de deterioração ou necrosada (sem vida). Para isso, o dentista aplica uma anestesia local e com a broca faz uma abertura na coroa do dente até o tecido pulpar, para então removê-lo. São tiradas radiografias do dente lesionado para que que o profissional remova apenas o tecido afetado, sem atingir a gengiva e outras partes do dente.

Após toda a remoção da polpa, que é feita com uma lima, o dentista inicia o processo de limpeza dos canais, que são desinfetados totalmente para receber o material restaurador. Coloca-se um biomaterial para preencher internamente os canais limpos e por último fecha-se a abertura do dente.

A coroa pode ser fechada com resina ou porcelana, dependendo do que restou de dente saudável. Ambos restauram completamente o dente, devolvendo a função e estética do mesmo. Após o tratamento o paciente perde a sensibilidade deste dente pois é justamente na polpa que ficam todos os nervos. Com o passar dos anos ele pode ficar mais escurecido do que os outros que ainda têm vitalidade.

Dependendo do número de canais e do grau da infecção, o canal pode ser tratado em uma ou mais consultas, sem dor, e com mais conforto. Na Prevedello Odontologia o tratamento de canal é feito por um especialista da área que utiliza técnicas atuais e eficazes.

06
mar

A cárie é transmissível?

carie

Não, a cárie não é uma doença transmissível nem infecciosa. Se fosse, ela só poderia ser controlada com o uso de antibacterianos ou vacina, o que não é o caso. É uma doença dependente do acúmulo de bactérias nas superfícies dentais (fator necessário, mas não suficiente), do consumo de açúcares na dieta, principalmente da sacarose, do pH bucal estar ácido e do tempo que há interação destes fatores.

As bactérias responsáveis pela cárie estão presentes na boca de todas as pessoas e são adquiridas na infância, no dia a dia. Portanto, medidas preventivas individuais devem ser aplicadas, como uso racional do açúcar e higienização com creme dental com flúor desde o primeiro dente.

31
jan

preve_labios

Os lábios são uma área muito delicada e devem ser bem cuidados. Em dias frios ou muito quentes, os lábios tendem a ficar ressecados, porém um batom de qualidade ou hidratante labial já resolvem o problema. No entanto, quando aparecem rachaduras ou descamações, é sinal de falta de hidratação, tendo que melhorar os hábitos alimentares e associar um tratamento tópico. Dica de produtos: Bepantol Derma, Ceralip e Lábios de Seda (Mary Kay)!

Dicas para manter seus lábios de seda:
beba muita água: a hidratação é de dentro para fora. Aplicar água diretamente nos lábios não o hidrata;

– evitar umedecê-los com a saliva: a saliva é ótima para a proteção dos dentes, porém contém muitas enzimas, o que aumenta a sensação de ressecamento;

– usar protetor labial: protegem dos raios nocivos à saúde e mantém a hidratação, principalmente por conter em sua composição vitamina E e manteigas hidratantes;

– atentar ao prazo de validade dos batons: se estiverem vencidos podem provocar alergias e ressecamento. Além disso, é importante não compartilhar o batom pois existem bactérias, fungos e vírus que podem ser transmitidos, como o vírus do Herpes labial;

– não mordiscar o lábio nem arrancar a pele ressecada: o trauma contínuo pode acarretar no desenvolvimento de tumores e puxar as peles ressecadas podem causar fissuras e sangramento.

default
Loading posts...
link
#5C5C5C
on
loading
off